Cuba: Dois dias em Trinidad

20160808_163220

Nosso terceiro e último destino na ilha caribenha foi a charmosa cidade de Trinidad, muitas vezes comparada a Paraty, no RJ. E não é por menos.

Localizada na parte central de Cuba, Trinidad é mais do uma cidade turística. É  Patrimônio Histórico da Humanidade desde 1988 e das três cidades que visitei, me pareceu a mais musical. Talvez porque o albergue onde ficamos estava localizado muito perto de um restaurante que tocava música ao vivo. Aliás, da varanda do albergue conseguíamos ver os músicos se apresentando.

20160808_162834

Chegamos a Trinidad pela empresa de ônibus Via Azul e o aconselhável é quando chegarem a rodoviária em Trinidad, já comprar a passagem de volta, porque a procura é grande e as passagens costumam acabar rápido. Demos azar de, ao descermos na rodoviária, não ter energia elétrica. Daí, não pudemos comprar assim que chegamos. Resolvemos ir para o albergue, comer algo e depois voltar a rodoviária. Quando retornamos, a rodoviária já tinha fechado o expediente. Um cubano simpático estava do lado de fora e nos perguntou para onde e quando iríamos. Nos disse que não havia mais passagens para aquele dia. Como ele trabalhava com táxis que levava até Havana, provavelmente disse aquilo para conseguir mais clientes. Resolvemos arriscar de qualquer jeito e assim contratamos os serviços dele. Mas vamos deixar esse assunto de lado e falar da cidade!

20160808_170219

Trinidad é uma cidade para se queimar calorias. Assim como Paraty e Ouro Preto, suas ruas e ladeiras (sim, há muitas no centro de Trinidad) são de pedra, o que deixa o passeio mais cansativo se você não está acostumado. No verão, o centro histórico está cheio, mas muito cheio de turistas. O ponto central da cidade é a Plaza Mayor e é ali que se encontra um dos pontos de Wifi, ou seja, você irá encontrar muitos gringos sentados na escadaria ao lado da igreja acessando a internet.

20160808_170111

 O centro é histórico não é muito grande. Com uma hora, você consegue percorrer as ruelas e ladeiras da cidade. Além do centro, o que você pode fazer em Trinidad é conhecer a praia Ancón. Não chegamos a visitá-la e dizem que não é tão bonita quanto as de Varadero, mas não chega a ser uma decepção também.

Outra opção que também não fizemos, mas é muito recomendado, é fazer uma excursão até as montanhas. Para essa atividade recomenda-se procurar uma agência no centro de Trinidad assim que chegarem, porque a procura é grande.

Uma opção de restaurante é o Giroud, localizado na Rua Rosario, 403, perto do centro histórico de Trinidad. É um restaurante muito charmos, bem rústico e criativo. Decorado com objetos antigos. Alguns dos bancos para sentar são televisões antigas, aquelas da década de 70. Além disso a comida é boa. Pedimos uma pizza muito boa.

20160809_135220

Bom, isso é tudo sobre Trinidad. Uma visita que vale muito a pena!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s